Que a noite te não toque...

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

"Que a noite te não toque, nem o ar nem a aurora,
só a terra, a virtude dos cachos,
as maçãs que crescem ouvindo a água pura,
a lama e as resinas do teu país fragrante"


Excerto de "Soneto V", de Pablo Neruda, in "Cem Sonetos de Amor", edição Campo das Letras

2 comentários:

Mïr disse...

Que cantem os rios
dancem os verdes
a melodia do vento
o choro das folhas.


Óptimo inicio de semana.

lupussignatus disse...

Olá, Mir!

Obrigado.

...E que esse canto nunca se apague...

Excelente semana.