Enternecer o mundo...

"O amor é capaz de ser um estado que o outro nos provoca de enternecimento com o mundo. A gente é que quer meter no saco do amor todas as nossas inseguranças, falhanços, desajustamentos...e chama a isso paixão."

António Alçada Baptista, ensaísta

Fotografia de Pedro Antunes, intitulada "In Love": http://www.photoforum.ru/

2 comentários:

Dalaila disse...

As caras de parvos! de embebecidos! de alheios! de sonho! de calor! de vida para lá da vida.. não se pode misturar com receios só porque se treme....

Beijo

lupussignatus disse...

Olá Dalaila!

Envelhecer assim, ternos, eternos, enternecidos, embevecidos, é um arte :)

Beijo. Bom feriado.