Arrepiar o coração...





"Diante do amor
ela arrepiou o coração:
não tenho asas para tanto paraíso!"


Mia Couto, na introdução ao seu livro "Na Berma de Nenhuma Estrada e outros contos"


3 comentários:

Dalaila disse...

Arrepiar o coração e ter a noção que não há asas que suportem o voo desse amor... esse sim é o verdadeiro sentido.

lupussignatus disse...

Olá Dalaila!

É também arrepiar caminho em direcção às montanhas que julgamos intransponíveis...

Luiza Maciel Nogueira disse...

Mia Couto é simplesmente demais!

Beijos!