A música cola-se á pele...


É difícil ficar indiferente perante o namoro da música ás palavras.
É uma relação intensa e apaixonada esta que se tece quando o sol da voz ilumina a corda em que se equilibra a vida. Uma vida feita de muitos timbres e de muitos compassos. Pautas que se vão folheando com os dedos andarilhos em busca de uma felicidade que sabemos arredia e evanescente.
As palavras encostam-se á música, acariciam-na no seu ventre, beijam o seu dorso e enlaçam-se em anéis de fogo.
Há uma música feita de muitas músicas que anda a brincar dentro da minha cabeça...

Timidamente, ela cola-se á pele com sofreguidão, como se o tempo fosse irrespirável nos acordes dolentes da guitarra.
Sabe bem estar sim, deitado com as palavras e com a música, e vê-las amarrarem-se e amarem-se como se não houvesse amanhã...
Imagem retirada daqui: http://www.inforeso.com/musica/

6 comentários:

Carpe Diem disse...

Olá, gostaria de saber o autor dessa pintura...achei linda :)
boa quinta-feira pra você

maat disse...

maravilhoso texto ...parece urdido
à sombra de um pomar...com suas guitarras de sol e vento...

***maat

lupussignatus disse...

Olá Carpe Diem!

É uma pintura magnífica, sim senhora...

Erro meu não ter colocado a fonte. Penitencio-me...:)

O autor é que não vem lá mencionado. Pena...Talvez alguém que por aqui passe saiba desvendá-lo...

Continuação de um bom dia.

http://www.inforeso.com/musica/

lupussignatus disse...

Olá Maat!

Não me importava nada de estar à sombra desse pomar :), aspirando e respirando o odor das macieiras e das laranjeiras...Infelizmente, ainda falta algum tempo para as férias...

Obrigado.

Dalaila disse...

O amanhã é longe demais, perante este cenário lindo... há músicas que se sentem como dedos e onde as palvras são a pele...

lupussignatus disse...

Olá Dalaila!

"O amanhã é sempre longe demais", cantou há alguns anos a Xana, dos Rádio Macau...

Qual a saída?

Perdermo-nos pelo labirinto das coisas simples. A forma de uma nuvem, por exemplo.

Para complexa, já basta a engrenagem dos dias...