Sombras



"Somos miserável sombra a querer iluminar-se de presença humana."

Teixeira de Pascoaes, poeta

2 comentários:

maat disse...

Sou qualquer coisa sem mim
predestinada a ser...
luar que fosse, na flor dum jardim,
nasci ou não para morrer?

Ana Soares(het. de maat)


***maat

lupussignatus disse...

Muito bonito. Exala sensibilidade.

Gosto particularmente de "luar que fosse, na flor dum jardim."

Obrigado pela partilha.