A voz do amor

4 comentários:

maat disse...

Piaf como Léo Ferré ocupam um fortíssimo lugar nas minhas preferências.
Pela parte que me toca a Piaf, agradeço-te esta lembrança.
Ela amou sem condições. E isso me basta.


***maat

lupussignatus disse...

Não tens que agradecer, Maat.

Fiquei encantado com a sua forma de estar e de ser.

Ela foi uma mulher de corpo inteiro. Insuflava paixão em tudo o que fazia.

Fazem falta pessoas assim...

Maria Costa disse...

Seres que deixam a marca da eternidade, nesta passagem terrena.

Boa semana.

lupussignatus disse...

Olá Maria Costa!

Sem dúvida. Uma marca indelével mas muito profunda...