Águas furtadas

disse:


deixem-me ser claro

deixem-me ser

deixem-me


são turvas as águas

que me rodeiam


da garganta da nascente 

brotam bocas

de labaredas




Vítor Calé Solteiro

1 comentário:

Graça Pires disse...

Excelente poema.
Uma boa semana.
Beijos.