Sementes de fogo...




Da terra-chã
que o rio
um dia
purificou
lanças
as sementes
do fogo


É desse raso
chão
ístmo de
despojos
que brotam
lírios
perfumados
pelo delta
do pensamento


V. Solteiro, 06.12.07


"Lírio", fotografia de Morais de Castro, in http://www.photoforum.ru/

9 comentários:

Ana disse...

Não um qualquer pensamento, de(cor).

Abraços!

Hanah disse...

Lindo !!!

sincronia de coração....

Beijão

lupussignatus disse...

Olá Ana!

O pensamento flutua...

Abraço atlântico.

lupussignatus disse...

Olá Hanah!

Sintonia de coração...

Beijão.

Hanah disse...

Pura sintonia ...

Beijo de Fim de Semana

Dalaila disse...

é das tuas letras que sinto o fogo, e as sementes

Carlos Pedro disse...

Sempre o pensamento... a povoar o espaço que, libertando-nos, nos absorve também.
Lindo!!!

lupussignatus disse...

Olá Dalaila!

Obrigado pelas tuas palavras afectuosas...

Sementes donde brota o trigo mais luminoso.

lupussignatus disse...

Olá Carlos!

Lindo é o teu comentário!

Essa imagem que criaste - "o pensamento a povoar o espaço, que nos liberta e nos absorve" - é, em si mesma, pura poesia...

Obrigado. Abraço.