O espelho das águas...(II)

Photobucket

Fotografia de V. Solteiro, Área de Paisagem Protegida de Bertiandos, Ponte de Lima, Dezembro de 2007

8 comentários:

Mïr disse...

Que a continuidade deste caminho seja de luz em teus passos.

icendul disse...

com cautela, para não virar e não molhar, escrevo os meus votos (aqueles que a ladainha de sempre contém) para 2008 numa das folhas que se vêem flutuar:)

lupussignatus disse...

Olá Mïr!

Obrigado pela amizade. E pela sinceridade que vislumbro nas tuas palavras...

Que a luz da felicidade também ilumine os teus passos - hoje e sempre...

lupussignatus disse...

Olá Icendul!

Cautelas e caldos de galinha nunca fizeram mal a ninguém...:)

Que 2008 te traga tudo (ou quase tudo...)dessa ladaínha recorrente mas inultrapassável...

Bom ano!

Hanah disse...

Asas Soltas de um anjo ....

Dalaila disse...

e na água nascem as flores que nos abraçam e perfumam, os espelhos com raízes

lupussignatus disse...

Olá Hanah!

O contacto com a natureza liberta-nos das amarras dos dias secos e mudos...

Ela tem asas como os anjos; faz-nos ser mais do que somos; junto dela, somos nós próprios, sem necessidade de mais explicações...

lupussignatus disse...

Olá Dalaila!

São essas águas, gélidas mas puras, que nos inundam de Paz...