Noite branca (III)



Em rodilhas
de líquenes
pousas
o cântaro
das primiciais
águas


Canto erguido
ao cume
das pálpebras
com noctívagos
dedos
vertes
um templo
de calcário


Poema de V. Solteiro


"White night over the Winter Palace", fotografia de Vladimir Gitin

15 comentários:

Chinezzinha disse...

Muito lindo! Quer o poema como a fotografia.
Beijos

gabriela rocha martins disse...

assim a noite se transforma em poema

luz


.
um beijo

AnaMar (pseudónimo) disse...

A noite é um poema ...por terminar.

O Profeta disse...

Quero ser pássaro com penas azuis
Atirar as penas à verdadeira alegria
Voar sempre na procura do sul com norte
Num secreto caminho sem estrela guia

Quero ser barco que foge ao farol
Quero que o vento dance nos brandais
Quero ser viagem de rumo incerto
Quero ser a descoberta na procura do mais


Uma boa semana


Abraço

Marta disse...

3 noites brancas de contemplação!

palavras e imagens em rima perfeita!

Graça disse...

Trilogia com o sabor da noite e a cor do sentimento... perfeita.


Beijo nocturno.

R. Rudoisxis disse...

Noites brancas ou em branco.
Ficam as dores que nem o alvorecer atenua.
Vazias como os dias perdidos, até finalmente nos encontrarmos.

maria azenha disse...

este tríptico agrada-me imenso.

tem imagens novas , o que me delicia.

***maat

Click disse...

Maravilha de poema! Maravilha!

Carmem disse...

Muito bonita e interessante esta tua página!...
Gostei demais...Vou seguir para poder vir aki mais vezes e me encantar com tuas poesias!...

Beijo

anareis disse...

Estou fazendo uma campanha de doações para meu projeto da minibiblioteca comunitária e outras atividades para crianças e adolescentes na minha comunidade carente aqui no Rio de Janeiro,preciso da ajuda de todas as pessoas de bom coração,pode doar de 5,00 a 20,00.Doações no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 Que DEUS abençõe todos nos.Meu e-mail asilvareis10@gmail.com

Marinha de Allegue disse...

Super lindo Vitor!!!
e a imaxe que elexische en consonancia coas túas palabras.

Unha aperta grande grande.
;)

Sonia Schmorantz disse...

Decore sua alma ,
da forma mais linda que souber,
com uma poesia que lhe toque o coração,
para que na sua mudez, seja feliz,
pois alma que é, será sempre sua,
sem que ninguém no mundo a tire de você.
(Eda Carneiro da Rocha)

Desejo a você um maravilhoso final de semana,
Com muita paz e carinho.

Sônia

maré disse...

noite

insuperada beleza

arquitecto sentido
_____

frAgMenTUS disse...

gostei mt do blog, pela estética e palavras :) voltarei...