A ferida do amor



"A vida coloca o dedal no dedo onde o amor já fez a ferida."


Mia Couto, in "Na Berma de Nenhuma Estrada e outros contos", Editorial Caminho, 2001
Imagem retirada daqui: davidprn.spaces.live.com/

4 comentários:

maat disse...

POis é , Lupus ...
Mas ás vezes nem o dedal se encontra,porque a ferida é toda a alma em ferida...
(...)
***maat

lupussignatus disse...

Maat,

O líquido da amizade cura todas as feridas; até as invisíveis...

Dalaila disse...

há coisas na vida que nos acontecem que colocam dedais, nas maiores feridas, há amigos que têm essa capacidade, há lugares que nos transportam e colocam dedais... há palavras que moldam o dedal...

A vida coloca sempre o que porventura pensamos que falta.... estejamos abertos a dedais...

lupussignatus disse...

Sem dúvida, Dalaila.

Amigos, lugares, natureza, música, gestos, viagens, palavras, mar: é infinita a geografia que nos vivifica.

Assim nos lembremos disso. Amiúde...