A casa...




Pungente
é a morada
que ofereces
com as mãos
coroadas
de flores


Ei-la
alva
e pura
janela
aberta
sobre
os astros
e a cal

a casa
que te viu
nascer


V. Solteiro, 30.11.07

"Flowery window", fotografia de Cátia Granadeiro, in http://www.photoforum.ru/

9 comentários:

Meg disse...

Curioso... de repente parece-me ver uma sacada em Sienna.

Pungente? creio que não... com tantas flores...

Um abraço

lupussignatus disse...

Olá Meg!

Sienna, Florença, Pádua, etc... - lugares com história, lugares que comovem. Lugares pungentes.

Porque florescem dentro de nós...

Abraço.

Hanah disse...

"Se [ ...] pergunto se tudo está bem,
De espelho a espelho,
Não é por vaidade:
Estou a procurado rosto que tinha
Antes de o mundo ser criado. "
W.B.Yeats


Beijo de bom final de semana

lupussignatus disse...

Olá Hanah!

A poesia é o rosto do mundo...

Obrigado.

Beijo. Bom fim de semana.

maat disse...

outro poema de que gosto. evocativo e saudoso. terno.


***maat

lupussignatus disse...

Olá Maat!

A lembrar a casa onde nasci - não tão bonita como a da fotografia, é certo -, a galáxia das memórias...

Obrigado pela ternura das palavras.

Continuação de um óptimo fim de semana.

Dalaila disse...

a casa onde nascemos, marcamos, as cores que tem, os sorrisos, as vonatdes, os choros, estampas na casa todas as flores que nascem a cada dia

lupussignatus disse...

Olá Dalaila!

Estampo um sorriso ao ler as tuas gentis palavras...

É uma amálgama de sentidos e sentimentos, essa casa...Morada de todos os sonhos e desilusões...

Boa semana!

Cátia Whatever disse...

Vejam bem onde é que vim descobrir uma foto minha... nunca imaginei! :-)
A propósito, a janela pertence a uma casa que fica no Mont St. Michel. Tive de me entortar toda para conseguir ter ângulo, mas acho que valeu a pena. Bom blog!