Tempo para pensar...

"Pára um tempo que fica doendo por dentro e passa por fora]
Pára o tempo do vento que é o contratempo da nossa demora]
Passam dias e noites, os meses, os anos, o segundo e a hora]
E ao tempo presente é que a gente pergunta e agora e agora?]


Tempo, para pensar cada momento deste tempo
Que cada dia é mais profundo e é mais tempo
Para inventarmos outro tempo menos lento
Tempo dos nossos filhos aprenderem com mais tempo]
A rapidez que tem de ser o pensamento
Para nascer, para viver, para existir
E nunca mais verem o tempo fugir


Ai o tempo constante que a cada instante nos passa por fora]
Este tempo candente que é como um cometa com laivos de aurora]
É o tempo de hoje, é o tempo de ontem, é o tempo de outrora]
Mas o tempo da gente é o tempo presente, é agora, é agora]


Tempo para agarrar cada momento deste tempo
Interminável e absoluto rasgo o tempo
Num temporal com os ponteiros do minuto


Tempo para um relógio bater certo com a vida
de um homem bom, de um homem são, de um homem forte]
Que da chegada conseguir fazer partida
E que desperta adiantado para a morte


Tempo para agarrar cada momento deste tempo
Interminável e absoluto rasgo o tempo
Num temporal com os ponteiros do minuto


Tempo para o relógio bater certo com a vida
De um homem bom, de um homem são, de um homem forte]
Que da chegada conseguir fazer partida
E que desperta adiantado para a morte"



"Canção do tempo", poema de Ary dos Santos

11 comentários:

Lídia Borges disse...

A aliteração o ritmo, a intensidade em crescendo a tocar o céu, trazem Ary dentro da canção.

Obrigada por nos trazer Ary dos Santos

L.B.

gabriela r martins disse...

apesar dos vírus da constipação ,sabe muito bem relembrar Ary




.
um beijo
( sem contaminar )

mariah disse...

escolha excelente para este tempo sem tempo por dentro, sem tempo por fora.



***

maré disse...

eterno

como a intemporalidade
das palavras que nos mordem

__

obrigado V
beijo

Graça disse...

um tempo intemporal...como só Ary.


Um beijo.

carlos pedro disse...

"Tempo, para pensar cada momento deste tempo
Que cada dia é mais profundo e é mais tempo
Para inventarmos outro tempo menos lento"
...
Obrigado amigo, pelos momentos que descobrimos aqui, e que adoçam o nosso tempo.
Abraço

Hanah disse...

Lindo...

Carmo disse...

Um tempo para cada compasso.

Beijinho e bom fim de semana

helen ps disse...

Gostei do poema e da canção. Obrigada por partilhar.

Abraço.

PAZ e LUZ

Vieira Calado disse...

Por acaso já conhecia.

Mas fez bem divulgar.

Um abraço

Cravo de Carne disse...

Cheguei por aqui seguindo o link, do link, do link... pelas múltiplas galáteas que a blogosfera abriga.
Gostei de encontrar aqui o Poeta a cujas palavras fecundas tirei o nickname que cosutmo usar (e ao qual impregno o que sou, ou no qual vejo o que sou - como se fosse um espelho).

Abraços e continue o excelente trabalho!