A lav.r.a do amor...

Da semente
das mãos
nómadas
recolectoras
germinam
sóis
em flor

Depois da lav.r.a
do amor
atiro os grãos
ao mar
na ânsia
de os ouvir
no pulso
dos búzios


Poema de V. Solteiro

"Hands", fotografia de Bogush Andrej

19 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

“Nada há de mais poderoso que uma idéia
Que chegou no tempo certo.”
Victor Hugo

Tenha uma semana maravilhosa.
Abraço

Sônia

LUA DE LOBOS disse...

uma foto a condizer com o poema... ambos lindos!
xi
maria de são pedro

Maria João disse...

Na safra
das tuas mãos
colho
os mais doces grãos
da
Vida

Meg disse...

Também nas tuas palavras germinam
sóis
em flor

Lindíssima a imagem.

Um abraço

lobices disse...

...grato pela visita
...um abraço amigo

Tchi disse...

«Lav.r.a» madura.

Beijinhos.

diamante d'água disse...

não mais que um grão de areia do deserto.

~pi disse...

crescerão

( caudal

de

rio :)





~

Jefferson Bessa disse...

colheita do amor que se pode ouvir no lugar onde atiramos as palavras.

Um abraço.

GMV disse...

Lindo! Sente-se a sinestesia... e adorei "ouvir o crepitar no pulso dos búzios"


Beijo

Ana disse...

Semeando poesia.

gabriela rocha martins disse...

começo por pedir.vos desculpa ,mas tenho tido imensa dificuldade em comentar através do canto.chão - está muito lento a abrir - apesar de todos os dias passar para ler.vos

mas ,como há o velho aforismo popular - se não conseguires entrar pela porta ,fá.lo pela janela - eis.me ,seguindo.o ,nesta minha habitual ronda pelos "sete caminhos".....


.
um beijo

maré disse...

as mãos

espelho/enxada

do amor


_____

acústico é o abraço dos búzios

O mar me encanta completamente... disse...

O amor está além do entendimento! Opera milagres, revitaliza o espírito cansado de batalhas travadas!
O amor tem sua própria lei e que foge muitas vezes da nossa capacidade de discernimento. Quando verdadeiro ele traça os próprios caminhos - nem sempre por nós desejados - para se concretizar!
Assim como a fé, o amor é um salto no escuro para os braços de Deus!

Lindo demais!
Sigo-o desde agora.

Beijinho

Glória

Dalaila disse...

amor que lava e se sente a lavrar a marcar

Sonia Schmorantz disse...

A amizade é o conforto indescritível de nos sentirmos seguros com uma pessoa, sem ser preciso pesar o que se pensa, nem medir o que se diz.
(George Eliot)

Tenha um final de semana com muito carinho.
Um abraço

Lice Soares disse...

Pausa em tempo, em instantes, em segundos; pausa em tempo. Volta, busca, rebusca a tua semente e verás: imersa entre sonhos, germinando realidades, em frutos a transformar-se.
Parabéns poeta. A metáfora estabelecida em teu poema é a própria metáfora da nossa vida a sonhar.

Paulo - Intemporal disse...

__________________________________

vinte e cinco de abril de dois mil e nove
__________________________________

e porque são sei dizer melhor e se soubesse não saberia dizer assim, digo que,

"Há uma Justiça para ricos e outra para pobres, uma Justiça para famosos e outra para anónimos, como há Saúde e Educação diferentes para ricos e pobres. Cumprir Abril é uma questão de justiça. Já não podemos esperar mais 35 anos".

Paulo Baldaia

______________ para reflexão [...]

gabriela rocha martins disse...

um beijo especial num dia ,igualmente ,especial