Migração


"O efémero é a nossa eternidade.
Mas quem pode proibir a voz?
Tivesse eu a coragem de uma só palavra perfumada...


Pelo longo caminho das aves recupero o voo..."


Poema de Mariah
"Migration", fotografia de Carlos Loff Fonseca, in http://www.photoforum.ru/

3 comentários:

maré disse...

palavra ______ ternura.

sobre abismos
.
.
.
no íntimo rumor das aves.

bj

maré

Dalaila disse...

e nesse odor viver

tonsdeazul disse...

Não, não podem proibir a voz. A voz onde pairam as palavras enquanto aguardam a sua vez.
A foto é maravilhosa!