Porque hoje também é dia da água...


há lugares onde chegam vogais de água
lugares novos espantados que assomam à memória
por redes vertiginosas

as suas entoações concentram-se em palavras fabulosas
palavras luminosas sur-
preendidas pelos castiçais dos ii

um projecto de água

digo:

transportar o sonho de um lado para o outro
abrir com toda a força um buraco nos espelhos


"Vogais de Água", poema de Maria Azenha, Lisboa, 2004

http://www.mulheres-ps20.ipp.pt/mulher-agua_2.htm

http://www.mulheres-ps20.ipp.pt/Maria_Azenha.htm

2 comentários:

Maria Costa disse...

Como comentário a este post deixo um outro poema desta sublime poeta.

Titulo: meu coração.

"meu coração fugiu das coisas vãs
venceu as pedras o ar o espaço
para poder cantar disse manhã
criança
de
água,

ave branca."



de: maria azenha

lupussignatus disse...

Sente-se paz interior ao ler estas palavras...

Obrigado pela partilha...