A espera



Heavy clouds, John Aavitsland
 

















Os olhos da terra
adensam-se de nuvens
quando o céu
vergado pela monção
não suporta mais
a espera


Texto de V. Solteiro



8 comentários:

Lídia Borges disse...

Há sempre um sentido de regresso às raízes nos seus textos, um tempo cíclico de esperas que os tornam especias.

Um beijo

L.B.

Hanah disse...

....

Belissimo ....

Saudades de passar por aqui.

Lindo dia para ti.

Bjos

Hanah

Jefferson Bessa disse...

Que bonito, Vítor! A poesia na pulsação da espera. Um abraço. Jefferson.

maria azenha disse...

pulsar ao ritmo da alma da Terra...
Terra da cor dos olhos de quem olha
...
Beijo***


mariah

MOISÉS POETA disse...

Que bom que vim... !

um grande abraço !

Graça Pires disse...

O céi e a terra da cor das nuvens...
Beijos.

A. disse...

belíssimo...foto e texto.

agora estou mais no Letras & Sensações: http://letraseletrass.blogspot.com/ 
visita-me se não for pedir muito. :)
beijo enorme,
Ana

Kézia Lôbo disse...

Lindo.... nostálgico e as poucas palavras traz um momento de reflexão! Oo