Nos lábios ferve um país


John White



















Alimenta o lume
que sacia a sede
de justiça

Com mãos firmes
ergue o cântaro
com o mosto
da indignação

Brinda ao futuro
com a taça
da fraternidade

Nos lábios
ferve um país
sedento
de liberdade

Texto de V. Solteiro



8 comentários:

Sandrio cândido. disse...

alimento gostoso este
abraços

Lídia Borges disse...

Gosto disto

«Brinda ao futuro
com a taça
da fraternidade»

Quando a sede de Justiça parece não ter fonte que a sacie e a indignação pode magoar, resta a taça da Fraternidade.

Um beijo

Kézia Lôbo disse...

Lindo!

Jefferson Bessa disse...

Nos lábios, na boca, na voz
de um poeta
existe um país a falar.
Um abraço, amigo!
Jefferson.,

maria azenha disse...

"Nos lábiosferve um país
sedento
de liberdade"...

Beijo
***

Graça Pires disse...

"Nos lábios
ferve um país
sedento
de liberdade"
Belíssimo!
Beijos

Anónimo disse...

"nos lábios ferve um país"
que NUNCA bebeu a liberdade


abraço

Anabela Ascensão Baptista disse...

Um apelo fantástico à acção!