Uma ideia [fixa]


























Luzia tinha uma ideia fixa.
Mobilizava-a a possibilidade de articulação
de um dialecto de afectos:
instilar na boca dos homens
o perfume das magnólias.
Esse era o botão que a impelia a desabrochar
do chão estéril de pétalas em que se movia.
Pouco a importunava que na rua ou nos
estabelecimentos a apontassem a dedo
e a apodassem de lunática.
Todo o seu labor era devotado ao gérmen da língua
a lançar na terra as sementes dos astros
e com a sua floração despoletar
a revolução dos sentidos.


Texto e fotografia
de V. Solteiro

22 comentários:

Lídia Borges disse...

"Esse era o botão que a impelia a desabrochar
do chão estéril de pétalas em que se movia."

Trabalhar a palavra moldar o poema sobre pilares de perfeição.

L.B.

Paula disse...

sentidos
(mal) entendidos
intenção
objectivo
alvo
força...

FlorAlpina disse...

Gosto de ideias fixas!

Bjs dos Alpes

Graça Pires disse...

Um excelente poema, cuja narrativa nos leva ao lugar dos sentidos...
Beijos

Janaina Cruz disse...

Palavras germinando flores, soe podem fazer com que os diálogos passem a ser perfumados, não deveriam tachar a menina de louca e sim de gênio!
Texto fantástico, amei de mais.

Lua Nova disse...

Encantador... uma escultura de palavras e de sentimentos... a imagem inesquecível de uma mulher guiada por um sonho.
"... lançar na terra as sementes dos astros e com a sua floração despoletar a revolução dos sentidos..."

Vc escreve muito bem e instila doçura no meu coração. Não posso deixar de seguir.
Ficaria muito feliz se vc fosse conhecer meu blog e saborear um mousse de chocolate comigo.
Beijokas e um fds especial pra vc.
Seguindo...

Graça disse...

'um dialecto de afectos'... um texto lindíssimo no germinar do sentir.


Beijo e bom fim de semana

. intemporal . disse...

.

. um poema de sentires . sentido .

.

. e . . venho por ora desejar.TE um santo e feliz natal extensível a toda a família e a todos os amigos que te sejam essência ao peito .

.

. grat.íssimo ainda pela constância da tua presença no #intemporal# que tanto me gratifica .

.

. um abraço, v. .

.

. paulo .

.

Hanah disse...

Lindo !!!
Como uma Flexa de Sagitário ...:)

Carmo disse...

Um belíssimo texto onde a força da natureza vai de encontro a força do homem.

Um dia, o chão rasgar-se-á e dele surgirão belas e perfumadas magnólias.

Feliz Natal
Um beijo

Eu, Thiago Assis disse...

e linda a linguagem q vc usa..
gostei demais.

A. disse...

Vim aqui desejar-te um bom Natal!
:)
Beijinhos
Ana

Graça disse...

Um bom Natal, V.


Beijo.

MariaIvone disse...

Passei para desejar um Feliz Natal


´´´´´´ ✫


✫´´´´´´´´´´ ✫ ´´´´´´♥
,´´ ✫´´´´ ✫´´´´´´´´♥♥♥
. ✫ ´´✫ ´´´´´´´´´´♥♥♥♥♥
✫´´ ✫´´ ✫´´ ✫ ´♥♥♥♥♥♥♥
` ✫ ´´✫ ´´´´´´´´♥♥♥♥♥♥♥♥♥
✫´´´´´´´´´´´´´´♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥
. ´´✫ ´´✫´´´´ ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥
, ✫´´ ✫´´´´´ ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥
✫´´ ✫´´´´´´´´´´´´ ╬╬╬╬


Beijos
MariaIvone

Baudolino disse...

Votos de Feliz Natal e de um excelente 2011!
abraço
P.

Hanah disse...

Boas Festas !!!

Jefferson Bessa disse...

quando o poeta se abre.
os caminhos de um poeta.
Abraços, amigo.
Jefferson

Kézia Lôbo disse...

Ooo as vezes eu tbm fico assim! Muitas ideias fixas.
tEM SELOS pra vc na blog:
http://ofantasticomundodaarte.blogspot.com

a vida é larga disse...

belo texto e
belo blog !

gabriela r martins disse...

que o natal - já passado - tenha sido cheio de poesia e o novo ano ,que se aproxima ,pleno de palavras prontas a moldar.......

felicidades e


.
um beijo

maria azenha disse...

(...)
Os "compagnons" são muitos.
Habitam os cofres quentes da neve.
(...)

Gosto desta Viagem...
" Há palavras que nos beijam como se tivessem boca"

Afecto***

Anónimo disse...

é que é isso mesmo !
Disse o meu sonho.

11