Maria Azenha: dos bosques, com amor...


"A harmonia foi a minha mãe na canção das árvores e foi entre as flores que aprendi a amar."

Friedrich Hölderlin




"de amor ardem os bosques" é o título do novo livro de Maria Azenha.

Tiragem de 250 exemplares, dos quais 50 numerados e assinados pela autora.

Edição limitada, que não chegará às livrarias!

Para os interessados em reservar um exemplar, o(s) procedimento(s) para o efeito podem ser consultados aqui:

6 comentários:

Lídia Borges disse...

Obrigada pela divulgação.


L.B.

Dani disse...

o meio contribui pra que alguns sentimentos em nós floresçam...
creio que com o amor não é diferente... mas dps que ele nasce/cresce assume vigor próprio e a tudo resiste

beijoss

maré disse...

ardem os bosques

e inundam-se margens

de poesia


___

com um olhar de tremura sob o frio da tarde, um serenissimo beijo V

Graça disse...

Gosto muito da poesia de Maria Azenha.


Um beijo de boa noite.

Marlene Oliveira disse...

Aprender a amar... é preciso aprender e, felizmente, temos exemplos como Ghandi, Chico Xavier e outros.
Paz e bem!

Ana disse...

Magnífica escrita, sempre!