Na orla do abismo...

"na orla do abismo
o silêncio é vermelho.
como o núcleo do tempo no meu corpo.
só da água emerge um lampejo súbito
a lavrar a polpa da palavra
rasgada de solidão."
***
Maré
*
Foto de V. Solteiro

7 comentários:

Kezia Lobo disse...

Lindooo XD

José Miguel de Oliveira disse...

boa escolha... deixo aqui a impressão da minha passagem para que me junte nos sítios onde se perde.

maré disse...

pressentido

ser

de lume


encapelada

vaga

______

eco
de búzios
o que te envio
e um sorriso de ria.
OBRIGADO!

~pi disse...

fissuras da fala

verde

verde

palavra,





~

Graça disse...

Lindo...da foto às palavras da Maré.

Beijo meu.

maria azenha disse...

gosto de ambas as expressões de Arte.

Obrigada,

mariah

Ana disse...

Magnífica a forma de dizer a solidão de pedra.