O vago ar do poema...


"a escrita é precária morada para o vaguear do coração"


Excerto de poema de Al Berto, in "Degredo no Sul"

"Pen", fotografia de Arno Peil

7 comentários:

Lucas Miranda disse...

Escrita: forma de expressão ou desabafo???

mariah disse...

a escrita como morada...

A(l) Berto aos ventos da escrita...

Luis Enrique disse...

Meu caro amigo, você citou um dos meus portas favoritos portugueses destes tempos, Al Berto, maravilhoso !.
Obrigada, também, pelo seu comentario deixado no meu blog e, igualmente, no blog "o pó da escrita" da minha muito querida amiga e poeta Maat (Maria Azenha). Fico-lhe grato.

Um grande abraço e tratarei de passar por aqui, neste poemario seu, com mais frequencia.

Luis Enrique

gabriela rocha martins disse...

até
do
ar
(Al)Berto
conhecia
a
poesia

excelente
escolha



.
um beijo

Sonia Schmorantz disse...

Poderiamos dizer também que a escrita é a voz do coração, o unico modo de se manifestar.
abraços

manzas disse...

Sublimes versos escapam das almas dos poetas
Viajando até ao fundo dos céus como balões …
Suspensos ficam no tecto brilhando poesias inquietas
Reflectindo olhos orvalhados em prados de emoções

Dedicado a todos
Os poetas e poetisas
Deste mundo,
Os que já adormeceram,
E aos outros
Que ainda nem sono têm...

Bem hajam!

Um resto de uma boa semana...

O eterno abraço…

-MANZAS-

maré disse...

e

acrescento
.
um lento

fiar

do vento

escorrendo

pelo pulso