As sombras...


"Aqui a sombra do céu é de sangue
e as nuvens infectadas por negros arcanjos.
A morte legou os seus últimos resíduos
e mil homens se levantam do aroma da noite.


Escreveremos ainda o poema das mil mãos
em bandeiras de Paz
no peito dos meninos que não viram o sol.


A menos que nos roubem o ar e o fogo e a água
partiremos em busca das humildes mães de Gaza."


"poema das mil mãos", de Maria Azenha



Fotografia sem título de Drobkov Sergey

4 comentários:

Mïr disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mïr disse...

Dói de tão belo e de tão próximo do inconsciente humano...

~pi disse...

mãos dadas à volta do mundo

ser como respirar

livremente

sonhar por instantes

sonhar,




~

Vieira Calado disse...

Olá, amiga!

"...partiremos em busca das humildes mães de Gaza."

E tanto que elas precisam.
Mas os poderosos deste mundo,
acham que não ganham nenhum dinheiro a olhar para elas.

Beijinhos