Os frutos do Outono


do erecto
corpo
do outono
recolho
o fruto
prometido

um
olhar
de
azeitona

um
sorriso
de
uva

sementes
robustas
e promissoras
como lábios




Foto de M. João

Poema de V. Solteiro

7 comentários:

~pi disse...

boca abe()rta

fruto

farto

par

to




beijo




~

Dalaila disse...

uva que se refresca no chão

mariah disse...

gosto.
muito.

olhar a "Mãe" (com)paixão...


***maat

Hanah disse...

que linda surpresa...

escutar Elomar por aqui...

frutos lindos do sertão ...

bjos

maré disse...

ventre/ chão
a gemer o fruto
a seiva
o pão...


bjs

maré

Mïr disse...

Gostei desta colheita dourada.

Abraço.

icendul disse...

é curiosa a formulação "erecto corpo" aplicada a outono, já que a queda das folhas introduz um efeito de perda de verticalidade, mas de facto, o eixo das árvores permanece e resiste, sereno. onde se repara com maior atenção: na folha que tomba ou no tronco despido?