Ter um destino...



"Ter um destino
é não caber no berço
onde o corpo nasceu,
é transpor as fronteiras
uma a uma
e morrer sem nenhuma."



Miguel Torga, in "Fernão de Magalhães", Antologia Poética, Lisboa, Editora Dom Quixote, 1999


"Destiny", fotografia de Jorge Voronin, in http://www.photoforum.ru/



6 comentários:

L. disse...

ainda bem que comentaste - no outro dia estava a colocar links no meu blog e a meio, depis de ja ter colocado uns vinte, o pc crashou e perdi o que tinha feito

mas agora ja la estás

maat disse...

universal...

semana luminosa,

bises,

***maat

~pi disse...

morrer assim:

livre e

volátil ~

lupussignatus disse...

Olá L.

Não tem mal...

As máquinas também falham...

lupussignatus disse...

Olá Maat!

O ventre da palavra...

Semana brilhante também para ti.

Beijinho lunar.

lupussignatus disse...

Olá Pi!

Livre como um passarinho...:)