O voo do flamingo

Fotografia de V. Solteiro,
Parque Natural da Ria Formosa,
Março de 2008



Hirto
e hierático
como um deus
egípcio
erguido
sobre as águas
por rosáceos
filamentos
o flamingo
re-busca
no leito
do lago
alimento
para outro
céu



V. Solteiro, 02.04.08


10 comentários:

Dalaila disse...

e assim é ele e assim é quem o capta, e assim são as tuas palavras maravilhosas

Hanah disse...

belissimo...

bom passar por aqui...

sempre me deixa sem palavras...

bjos

Mïr disse...

"como um deus
egípcio
erguido
sobre as águas
o flamingo"

Bom fim de semana.

maat disse...

Hirto
e hierático
como um deus
egípcio
(...)

o flamingo
re-busca
no leito do lago
alimento
para outro
céu

por rosáceos
filamentos
sobre as águas

er-
gui-
do



Lindíssimo.

Besito,

***maat

Meg disse...

Meu amigo

Para mim, simplesmente

Majestático

Um bom fim de semana e um abraço

lupussignatus disse...

Olá Dalaila!

Gentileza a tua...

A beleza do flamingo merecia outro voo...:)

lupussignatus disse...

Olá Hanah!

Não são precisas, Hanah...

O silêncio também é uma boa forma de expressão :)

Beijo rosáceo.

lupussignatus disse...

Olá Mir!


O flamingo ergue-nos ao cume

do silêncio



Óptima semana.

lupussignatus disse...

Olá Maat!

Nada quando comparado com a leveza, a elegância e a simplicidade desta ave...

Soubera eu cantá-la em toda a sua magnificência!...:)

Obrigado.

Beijinho de asa.

lupussignatus disse...

Olá Meg!

O seu porte é isso mesmo - majestático.

Voa-nos por dentro...

Obrigado.

Continuação de uma óptima semana.