Trago dentro de mim um mar imenso...



"trago dentro de mim um mar imenso
feito de vagas tristes
e sonhos vagos


o horizonte é uma manhã
que eu quis minha para ser eu


e para porto de abrigo escolhi uma tarde
que soubesse chorar a morte do sol"


"[Trago dentro de mim um mar imenso], poema de José Rui Teixeira


"Over blue blue sea", fotografia de Alexander Lobanov, in http://www.photoforum.ru/

6 comentários:

Hanah disse...

Luppus,

quando passas por lá me dás um frescor imenso...

Uma semana imensamente linda para ti...

Mïr disse...

"trago dentro de mim um mar imenso"

Lindo poema.

Dalaila disse...

já tive para o publicar várias vezes, eu também o trago dentro de mim.

beijinho

lupussignatus disse...

Olá Hanah!

Gentileza a tua...

Semana cheia de maresia...

lupussignatus disse...

Olá Mir!

Sem dúvida...

Repleto de sal...

lupussignatus disse...

Olá Dalaila!

Impossível ficar-lhe indiferente, tal a beleza e simplicidade que contém...

Beijinho.