Pelo sonho é que vamos...


Pelo Sonho é que vamos,
comovidos e mudos.
Chegamos? Não chegamos?
Haja ou não haja frutos,
pelo Sonho é que vamos.


"Basta a fé no que temos,
Basta a esperança naquilo
que talvez não teremos.
Basta que a alma demos,
com a mesma alegria,
ao que desconhecemos
e do que é do dia-a-dia.

Chegamos? Não chegamos?

- Partimos. Vamos. Somos."



"O Sonho", poema de Sebastião da Gama, in "Pelo sonho é que vamos..."

Poema gentilmente enviado por Maria João

Fotografia de Dmitry Zimarev, intitulada "Dream", disponível em http://ww.photoforum.ru/

6 comentários:

Hanah disse...

..."Pelo sonho é que vamos..."


beijinho

lupussignatus disse...

Olá Hanah!

Este poema é uma delícia...

Beijinho.

Edna B. disse...

Gostei muito do poema
ficou maravilhoso com a ilustração da bela imagem, só em olhar me senti envolvida nessa atmosfera de sonhos...
abraços

lupussignatus disse...

Olá Edna!

Atmosfera etérea e inebriante, mas enraízada no quodidiano: esse é, para mim, o destino a que nos deve levar a poesia.

Como acontece com este magnífico poema, carregado de névoa e de simbologia...

Obrigado pela tua visita...

Abraço atlântico.

Dalaila disse...

Se o sonhos nos leva a caminhar, que nos deitemos na cadeiro, fechemos os olhos, e façamos do sonho, o presente do real.... sem irmos, sem virmos.... só porque queremos.... e somos, aquilo que quisermos nesse sonho, que tem que se chamar vida

lupussignatus disse...

Olá Dalaila!

Isso mesmo: fazer do sonho "um presente do real." Vivido. Vívido.

Continuação de boa semana.