As Horas


Eis-me
aqui
seixo
côncavo
arrastado
pela torrente
dos rios
órfãos


Eis-me
aqui
granito
pontilhado
no palácio
dos sem-
abrigo

Eis-me
aqui
esteio
de videira
sem fruto
nem enxó

Eis-me
aqui
fíbula
pontiaguada
lascada
com suor
cru

Eis-me
aqui
coluna
invertebrada
do edifício
estelar

Eis-me
aqui
fragmento
subtil
de múltiplas
formas
e conteúdos

Eis-me
aqui
papiro
enrugado
pelas dobras
do tempo

Relógio
de ponteiros
ainda
fumegantes



V. Solteiro, 01.11.07
Fotografia de Natalia Bryksina, intitulada "Hours", in http://www.photoforum.ru/

11 comentários:

Hanah disse...

"Eis-me
aqui
fragmento
subtil
de múltiplas
formas
e conteúdos"


Excelentissimo dia
pata ti...

beijinho cheio de horas

Hanah disse...

Exelente dia para ti

Dalaila disse...

E ouve-se o barulho,
silencioso dos ponteiros,

E sente-se a firmeza do granito,
o odor da uva,
o brilho do edíficio,
o sabor das rugas que o tempo vai colocando nas expressões do dia.

Bom fim de semana

maat disse...

gosto imenso deste poema.
Tem imagens muito delicadas e fortes...
"no palácio
dos sem-
abrigo"
Eis-me
aqui
papiro
enrugado
pelas dobras
do tempo

Relógio
de ponteiros
ainda
fumegantes
...

afecto,
***maat

Mïr disse...

Obrigada pela partilha desta energia em si gerada...
e como tudo está ligado a tudo, e tudo é Um... tudo participa da mesma Energia... eis-me aqui agora no tempo de dizer que gostei do poema!

Marinha de Allegue disse...

As horas o reloxio, o tempo sempre tan presente no noso transcurrir...

Un bo día e unha aperta forte.
:)

lupussignatus disse...

Boa noite Hanah!

Este poema também tem o teu carimbo; foste tu que o despoletaste com essa expressão tão funda e carregada de significado - "eis-me aqui"; por isso, ele também te pertence...

Noite excelentíssima.

Beijo sem hora certa :)

lupussignatus disse...

Boa noite Dalaila!

São todos esses "pequenos nadas" (expressão do Sérgio Godinho) que compõem as horas...que não são minhas.

Bom fim de semana.

lupussignatus disse...

Boa noite Maat!

Delicada é a forma como vês e sentes as imagens vestidas de palavras...

Bom fim de semana.

Afecto.

lupussignatus disse...

Boa noite Mir!

Uno e indivisível, assim é o meu agradecimento. Sincero.

Sem dia nem hora marcada...


P.S: Que tal tratarmo-nos por tu? Ficava um bocadinho mais leve... :)

lupussignatus disse...

Boa noite Marinha!

Gosto muito desse "aperta forte" sem dia, hora, minuto ou segundo previamente escalonado...

Trasmite energia. Positiva.

Que mais se pode pedir ao tempo?