Um pequeno nada que é tudo...


"Pode-se facilmente julgar o carácter de um homem pela maneira como trata os que nada podem fazer por ele."

Mark Twain, escritor norte-americano



http://pt.wikipedia.org/wiki/Mark_twain




4 comentários:

Dalaila disse...

Grande verdade, em tão poucas palavras....

lupussignatus disse...

Dalaila:

Aí é que se revela o verdadeiro carácter...quando existe.

maat disse...

Mas...


"Lá fora faz sol.
Não é mais que um sol
mas os homens olham-no
e depois cantam.

Eu não sei do sol.
Sei a melodia do anjo
e o sermão quente
do último vento.
Sei gritar até a aurora
quando a morte pousa nua
em minha sombra.

Choro debaixo do meu nome.
Aceno lenços na noite
e barcos sedentos de realidade
dançam comigo.
Oculto cravos
para escarnecer meus sonhos enfermos.

Lá fora faz sol.
Eu me visto de cinzas."



Alejandra Pizarnik


***maat

lupussignatus disse...

Olá Maat!

O carácter molda-se nos dias cizentos...

Obrigado. Este poema é uma dádiva.