Mulher cetim, mulher firmeza...



"Onde uma tem
O cetim
A outra tem a rudeza

Onde uma tem
A cantiga
A outra tem a firmeza

Tomba o cabelo
Nos ombros

O suor pela
Barriga

Onde uma tem
A riqueza
A outra tem
A fadiga

Tapa a nudez
Com as mãos

Procura o pão
Na gaveta

Onde uma tem
O vestígio
Tem a outra
A pele seca

Enquanto desliza
O fato
Pega a outra na
Enxada

Enquanto dorme
Na cama
A outra arranja-lhe
A casa"



"Pequena Cantiga à Mulher", poema de Maria Teresa Horta
"Body and hands", fotografia de Evgeny Brook, in http://www.photoforum.ru/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Maria_teresa_horta

6 comentários:

maat disse...

"Tapa a nudez
Com as mãos", assim é o Poeta...

Lindo!!!


***maat

lupussignatus disse...

Olá Maat!

Nua, transparente ante o uni-verso, a poetisa vai-se re-vestindo de palavras até o seu corpo se abotoar de galáxias...

Obrigado. Votos de um óptimo fim de semana.

maat disse...

esta imagem que descobriste ´e fascinante!!!
abriu um clarão no próprio dia.
Lindíssimo.


***maat

maat disse...

"até o seu corpo se abotoar de galáxias..."


esqueci-me de dizer qual a imagem...
;)

Dalaila disse...

As duas que se unem e se destampam à vida, e quem as vê unidas sente a MULHER no seu todo

lupussignatus disse...

Boa noite Dalaila!

Ser MULHER é tudo isso e o muito que fica entredito...