Raiz humana

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
A esperança

é uma raiz

humana

que se agarra


ao ventre da terra

como árvore ferida

pelo estertor


do machado



Que seria dos pássaros

se tivessem medo


de construir

o seu ninho?



Seriam eles aves

arquitectas de futuro

ou ornitológicas


espécies rastejantes?



Não alimentes as sombras

Voar é preciso

Mesmo presos


a este chão

baço e conspurcado

onde a utopia


jaz mutilada

pela indiferença



V. Solteiro, 30.04.06

4 comentários:

maat disse...

A essência deste poema , para mim, é esta:

"Não alimentes as sombras
Voar é preciso"


Bom dia,


***maat

lupussignatus disse...

Olá Maat!

Essa é a essência, mas tem outros aromas :)

Dia rosáceo,

Vítor

Mïr disse...

Aqui fica outro aroma:

Pela indiferança
jaz mutilada
a esperança
na raiz humana

lupussignatus disse...

Olá Mir!

Aroma a terra fresca de futuro...:)

Dia lírio,

Vítor