Procurar uma estrela perdida...





"Para quê tanta, ambição, tanta vaidade? Procurar uma estrela perdida é quase sempre o que nos traz felicidade, são as coisas simples da vida..."

Maria Bethânia

4 comentários:

lopehandia disse...

É verdade, maravilhosas palavras.

Um abraço

maat disse...

...e a estrela perdida,por vezes, somos nós...

este, o poema mais difícil de escrever no azul
com
as mãos coroadas de ar,
entre a agulha do tempo
e a noite.

isso me cale.

e me reconheça ao crepúsculo...

***maat

lupussignatus disse...

Olá Lopehandia!

Maria Bethânia inspira-nos - com a sua música, as suas palavras e a sua (simples) forma de vida.

Obrigado pela visita.

Um abraço fraterno,

Vítor

lupussignatus disse...

Olá Maat!

Sem dúvida. O poema mais difícil de escrever (e de entender) é o da vida...

Mas é, também, o mais belo de edificar. Qual edifício feito exclusivamente de portas e janelas...

Abertas ao mundo e aos outros...

Obrigado. Um abraço fraterno,

Vítor