As encruzilhadas do caminho...


"Antigamente os homens olhavam para a mesma paisagem durante toda a sua vida, ou durante muito tempo. Até o viajante o fazia, pois qualquer caminho era longo. Isso obrigava a pensar sobre o próprio caminho. Agora, pelo contrário, tudo é rápido. Auto-estradas, comboios...Até a televisão nos mostra várias paisagens em poucos segundos. Não há tempo para reflectir sobre nada."

in "O Pintor de Batalhas, de Arturo Pérez Reverte

2 comentários:

maat disse...

a mim faz-me muita diferença "o correr desaustinadamente"...
como costumo dizer para os mais íntimos: "sou um bicho de silêncio e de tempo"...
estou de acordo 100%.

A pressa desumaniza o mundo...
por isso a solidão enorme das grandes cidades, onde ninguém se fala , nem para dar um bom dia...
Mas como fazer compreender isto ?
(...)


***maat

lupussignatus disse...

O Humanismo é a saída. Um Humanismo que cultive o sentimento, a natureza e a fraternidade como bens acima de qualquer valor ou interesse...